Agosto com diversidade de linguagens artísticas no Teatro de Bolso

O Teatro de Bolso (TB) Procópio Ferreira se consolida como casa para o artista campista e em agosto apresenta quatro espetáculos que alternam música, dança e teatro. Preços acessíveis, muita arte local e diversidade de estilos marcam o mês. A agenda conta também com programação de entrada gratuita.

O primeiro espetáculo do mês é “Quatre”, da Movimento Cia de Dança. As apresentações serão no sábado (12) e domingo (13), às 20h, com classificação livre. Através da linguagem da dança, quatro histórias se misturam. A direção geral é de Jéssica Alves e a direção cênica é de Maurício Arêas. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Entre as estações, numa primavera de amores possíveis e fantasiosos, há o devaneio de uma pessoa sonhadora. Já o mistério da renovação do outono é guardado a sete chaves por alguém que só o irá revelar a quem é sensível o bastante para vê-lo nas entrelinhas de uma folha que cai — conta Jéssica Alves sobre a sinopse do espetáculo.

Nos dias 18 e 19, às 20h, será apresentado o Exercício Cênico do Módulo I do Curso Livre de Teatro da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). A entrada será gratuita e a apresentação tem classificação livre. O estudo resulta do aprofundamento dos gêneros teatrais que vão desde os mais antigos como a tragédia às tendências mais atuais como os musicais.

Com a direção dos professores Jessé Chantre, Luciano de Paula e Yve Carvalho, mergulharemos no universo trágico de “Édipo” e “Medéia” à irreverência de “Glee” e “Grease”, musicais aplaudidos da Broadway. Aproveitaremos o dia 19 para comemorar o dia do ator — comenta o gerente de Artes e Ofícios da FCJOL, Pedro Fagundes.

A peça “O Despertar da Primavera”, da Cia de Arte Persona, é atração no Teatro de Bolso nos dias 26 e 27 de agosto, às 20h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). O espetáculo tem classificação indicativa de 14 anos e conta a história de um grupo de adolescentes na sociedade alemã do final do século XIX. A descoberta da sexualidade se apresenta como fio condutor da peça.

Para mim, o processo começou como uma árvore seca com muitos galhos e cada novo estudo fazia nascer uma nova folha e, cada nova descoberta, uma nova flor. Aos poucos, fomos dando vida para nossa árvore, que foi crescendo junto ao processo — disse o diretor da peça, Felipe Rangel.

Fechando o mês, o show “Abalô de Abadô”, da “Cia das Preta”, se apresenta no dia 31, às 20h. No primeiro dia de setembro, o espetáculo terá nova apresentação no mesmo horário. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e a classificação indicativa é 12 anos. No elenco, Adriana Medeiros, Ellen Corrêa, Léo Navarro, Matheus Nicolau, Renato Arpoador e Vânia Navarro dão corpo ao show.

 

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes