Americano perde para o São Gonçalo, mas avança à decisão da Copa Rio

Em um jogo que teve muita emoção, principalmente nos minutos finais, o São Gonçalo derrotou o Americano por 1 a 0, na tarde desta quarta-feira (13), no Estádio Alziro de Almeida, mas o resultado não foi suficiente para a equipe avançar à final da Copa Rio. Já o Alvinegro, que venceu a partida de ida por 2 a 0, garantiu a classificação para a decisão. Além disso, carimba o passaporte para uma competição nacional – Série D ou Copa do Brasil -, algo que não acontecia desde 2009.

O adversário do Glorioso na luta pela taça será o Boavista, que eliminou o Tigres do Brasil na outra ponta do chaveamento. As partidas acontecerão nos próximos dias 21 e 27. Sorteio nesta quinta-feira (14), na sede da FERJ, apontará a ordem dos mandos. O campeão escolherá qual certame organizado pela CBF irá disputar no próximo ano. O vice fica com a vaga restante.

Sem muito tempo para festejos, o Americano já tem outro jogo decisivo no sábado (16). O Alvinegro disputa o acesso para a Série A do Campeonato Carioca contra seu maior rival, o Goytacaz. A partida será no Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo, às 15h. Já o São Gonçalo EC não tem mais jogos nesta temporada e só volta a campo no ano que vem, para a disputa da Segunda Divisão do Estadual.

Mandantes dominam primeira etapa, mas não marcam

Precisando da vitória, o São Gonçalo começou dominando a posse de bola, ocupando o campo de ataque, mas sem assustar a meta de Adilson, muito por conta da forte marcação do Americano, que estava bem fechado esperando o melhor momento para sair nos contra-ataques. A primeira chance de gol só foi acontecer depois da parada técnica. Márcio cobrou falta para a área, Léo Oliveira não afastou o perigo e Thiago finalizou, mas mandou para fora, rente à trave esquerda.

Logo depois, Jean arriscou de fora da área, mas mandou por cima do travessão, assustando Adilson. O Americano se preocupava apenas em se defender. O único chute na primeira etapa foi aos 31 minutos, com Sami, mas o goleiro Luis Guilherme defendeu sem dificuldades. O São Gonçalo seguiu pressionando e o gol quase veio nos acréscimos. Luan fez grande jogada individual, passou por dois marcadores e bateu de esquerda, mandando bola passou próxima da trave.

São Gonçalo consegue gol, mas Americano fica com a vaga

Na segunda etapa o panorama não mudou e o Mais Querido voltou do intervalo buscando o gol. Aos cinco minutos Gustavo Moura chutou de longe e deu trabalho para Adilson, que teve que fazer a defesa em dois tempos. Apesar de jogar muito defensivamente, quem chegou mais perto de abrir o marcador foi o Americano. Em linda cobrança de falta, Wederson acertou a junção da trave com o travessão e Luis Guilherme teve sorte, pois nada poderia fazer.

O tempo ia passando e o São Gonçalo ficava mais nervoso no jogo, passando a errar muitos passes. O Americano seguia fechado e apostando nos contragolpes. Aos 32 minutos, Jean cruzou e Márcio Carioca. Com a ponta dos dedos, Adilson espalmou pela linha de fundo. A luta do São Gonçalo foi recompensada, mas em um erro da defesa do Cano. Após cruzamento da direita, Espinho foi cortar, mas acabou fazendo contra: 1 a 0.

No lance seguinte, o zagueiro Thiago acabou acertando Ramon dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Porém, Romário cobrou e Luis Guilherme defendeu. A bola ainda bateu no travessão. O jogo pegou fogo no fim, o São Gonçalo pressionou até onde pôde, mas o Alvinegro segurou a pressão adversária e, mesmo perdendo por 1 a 0, carimbou o passaporte para a decisão da Copa Rio.

A partida

São Gonçalo 1×0 Americano – Copa Rio, semifinal (volta) – 13/09/2017, às 15h

Estádio Alziro de Almeida (Itaboraí – RJ)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Assistentes: Rafael Sepeda de Souza e Thiago Varela dos Santos

São Gonçalo: Luis Guilherme; Glauber (Jeferson, 21’/2ºT), Thiago, Anderson e Márcio; Gustavo Moura, Joseph e Luan (Walber, 30’/2ºT); Jean, Sabão e Márcio Carioca. Técnico: Renato Alvarenga.

Americano: Adilson; Ferrugem, Thiago, Henrique e Digão (Espinho, 28’/2ºT); Léo Oliveira, Paulo Vitor (Flávio, 19’/2ºT), Sami (Wederson, intervalo), Ramon e Paulista; Romário. Técnico: João Carlos Ângelo

Cartões amarelos: Gustavo Moura, Joseph, Márcio e Thiago (SGE); Ferrugem e Paulo Vitor (ANO)

Gol: Espinho (contra), 40’/2ºT (1-0)

Público: 400 pagantes (354 presentes)

Renda: R$ 6.000,00

Fonte: FutRio

 

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes