Baseado na Legião Urbana, “Mil Pedaços” volta ao Teatro de Bolso

O musical “Mil Pedaços”, da Cia de Arte Persona, está de volta ao palco do Teatro de Bolso Procópio Ferreira, na próxima sexta (15), sábado (16) e domingo (17), sempre às 20h. A montagem, totalmente inspirada na obra da Legião Urbana, é comemorativa aos 20 anos da companhia de teatro.  Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), na bilheteria do teatro pela Rua Gesteira Passos, no Centro, das 9h às 17h. Nos dias de espetáculo, a bilheteria abre uma hora antes.

“Mil Pedaços” tem seus diálogos totalmente tirados das letras da Legião Urbana. O espectador reconhece trechos de “Há tempos”, “Acrilic On Canvas”, “Monte Castelo” entre muitas outras. E quem é fã, tem um prato cheio para se emocionar e cantar canções como: “Ainda é cedo”, “L’Avventura”, “Quando o sol bater na janela do teu quarto”, “Eduardo e Mônica”, “Giz” e todas as demais músicas que compõem este espetáculo que já teve temporada em 2011, 2012 e 2015.

Após intenso trabalho de pesquisa do repertório da banda, ensaios, preparação vocal e corporal chegou-se a um conteúdo final que causa identificação imediata no público e leva a refletir sobre como andam os relacionamentos contemporâneos. Diretor do espetáculo Lênin Willemen conta que montar um espetáculo baseado nos sucessos da Legião Urbana sempre foi um projeto da vida, por tudo que a banda representa para a sua geração.

— A obra deixada por Renato Russo traduz pela forma com que as músicas da banda se mantêm com uma atualidade assombrosa, pela beleza das letras e canções e por outros tantos motivos. “Mil Pedaços” se dedica a apenas uma, das muitas facetas da banda: a que fala de amor, paixões, relações, desilusões, de encontros e desencontros. Trabalhar com um material tão rico e vasto foi ao mesmo tempo gratificante e desafiador. Mas creio que o resultado final compensou todas as noites debruçadas sobre a história de Renato Russo, Dado Villa-Lobos, Renato Rocha e Marcelo Bonfá. “Mil Pedaços” é com certeza, um retrato misterioso e instigante dos relacionamentos de uma geração. A minha geração — finaliza.

Integram o elenco: Iara Reis, A Separada; Guilherme Alves, O Apaixonado; Renata Bastos, A Apaixonada; Lênin Willemen, O Separado; Thássia Nunes, A Desiludida e Hugo Gandra, O Platônico. A supervisão geral é de Tânia Pessanha.

 

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes