Cerca de 700 lojas fecham as portas em Campos e deixam mais de 2.000 desempregados

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL) divulgou um levantamento que revela um devastador efeito da crise sobre o comércio local revelando que há cerca de 700 estabelecimentos comerciais de vários segmentos fechados em Campos.

Isso significa a perda direta de 2.100 postos de trabalho, levando-se em conta que em média cada estabelecimento fechado empregava três pessoas. Mas o impacto destes fechamentos de lojas e postos de trabalho atinge pelo menos cinco mil pessoas em Campos.

O presidente da CDL de Campos, Joilson Barcelos, admitiu que essa é a pior e mais grave crise enfrentada pelo comércio de Campos, acrescentando que sua entidade e outras estão permanentemente debatendo o assunto e buscando soluções para enfrentar o problema.

“É claro que essa conjuntura é nacional e Campos não escapa dela. Mas como não somos um parque industrial, o comércio é a grande locomotiva da atividade econômica, inclusive o maior pagador de impostos em todos os níveis. Por isso, a situação aqui é mais grave. Temos esperança de dias melhores a partir do ano que vem com a inflação baixando assim como as taxas de juros. Mas, no momento, a crise é dramática”, disse Joilson Barcelos.

Joilson acrescentou, a título de exemplo, que preocupa o setor de comércio e de serviços, e ao cidadão comum, um possível reajuste de impostos, como o Código Tributário Municipal que está para ser votado pela Câmara Municipal de Campos.

O levantamento foi feito com base na visitação de diversos pontos da cidade e também com baixas comunicadas a diversos órgãos como a própria CDL, o que ilustra que o resultado corresponde fielmente a realidade.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes