Coral Municipal e palestra nas comemorações dos 50 anos do Teatro de Bolso

Como parte das comemorações dos 50 anos do Teatro de Bolso Procópio Ferreira, o espaço recebeu na noite dessa quinta-feira (12), o Coral Municipal da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) e o palestrante Glauber Rabelo Matias que falou sobre “Palco e Resistência: A Geração Teatro de Bolso e as suas lutas por hegemonia nos anos 1980”.  A celebração das bodas de ouro do TB segue por todo o mês de abril.

Reaberto em 2017 pelo prefeito Rafael Diniz, o Teatro de Bolso chegou a ficar fechado por quase três anos. Para o diretor do TB, Fernando Rossi, o teatro é a casa do povo para todas as vertentes culturais. “Meu desejo é transformar essa casa em um espaço cultural que tenha exposição, artes plásticas, música, dança, teatro, poesia; como nas grandes cidades do país. Teatro é o hábito, assim como a formação de plateia”.

Com três canções populares, a apresentação do Coral Municipal surpreendeu a plateia. “A apresentação dessa quinta-feira foi a concretização de um projeto que foi iniciado em setembro do ano passado. E participar das comemorações dos 50 anos do TB é um orgulho imenso. São 50 anos de uma linda historia que traz arte e cultura para a nossa cidade”, destacou a regente Érica Pontes.

Com 25 integrantes, o Coral iniciou sua atuação em setembro do ano passado, após audições que selecionaram amantes da música de diversos perfis. De pessoas que nunca participaram de um coro aos mais experientes, todos se uniram voluntariamente.

Após a apresentação do Coral, Glauber Rabelo Matias ministrou palestra. “O TB ocupa um ponto histórico de relevância no campo cultural, sobretudo que ele consiga exercer esse protagonismo que passa por uma delimitação de uma política cultural pelo poder público. O Teatro de Bolso precisa estar aberto a outras falas que compõem a cidade de Campos mas não fluem pelo centro urbano”, finalizou Matias.

Programação de abril

Seguindo a programação de comemoração dos 50 anos do Teatro de Bolso, neste sábado (14), o TB recebe a Cia. de Arte Persona com “Mil Tons de Minas”, às 20h. No domingo (15), é a vez do teatro infantil “Olê, Olá, Vamos Festejar!” do Grupo Cirandarte, a partir das 17h. No dia 18, Gildo Henriques, Maria Helena Gomes e João Vicente Alvarenga participam da Mesa: História do teatro de Campos; dia 19, às 20h, haverá Encontro de Autores Teatrais Campistas com Tânia Pessanha, Eugênio Soares, Adriano Moura e Arthur Gomes; de 20 a 23, Unirio Intercâmbio, Mostras Teatrais e Oficinas para os Artistas Locais.

Já no dia 25, às 20h, terá performance poética musical Sax Blues Poesia com Artur Gomes, Álvaro Manhães, Dalton Freire e Reubes Pess; dia 27, às 20h, leitura dramatizada, por atores da região, de “O Mangue” de Osório Peixoto e bate-papo com a jornalista Silvia Salgado; e fechando o mês, nos dias 28 e 29, tem o coral “A Ópera do Samba”, respectivamente, às 18h30 e 20h.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes