Crítica ― Despedida em Grande Estilo

Joe, Willie e Albert nos ensinam, em Despedida em Grande Estilo, uma maneira mais viva de envelhecer.  Não me refiro ao fato de eles terem decidido embarcar na arriscada aventura de assaltar um banco, mas por decidirem se tornar seus próprios heróis e de encontrar energia para fazer algo que exigisse muito de qualquer pessoa, principalmente alguém que já está na terceira idade há algum tempo.

E o que os motiva a cometer um crime é justamente o que o filme usa para fazer o espectador não apenas perdoá-los, mas também investir suas emoções neles: injustiça social e o valor a família. Suas pensões estão sendo canceladas pelo sistema, os bancos tomarão suas poses em breve e um deles (Willie) precisará de um transplante de rim que, sem as devidas coberturas, será impossível.

Interpretados pelos ótimos Morgan Freeman (Willie), Michael Cane (Joe) e Alan Arkin (albert), esses velinhos simpáticos reconsideram o que significa viver com dignidade seus últimos anos, o que acaba por fazê-los considerar o assalto. Mas eles ainda resistem a tal ideia antes de decidir por levá-la adiante. Eles não são criminosos, como eles mesmos comentam em um diálogo e até quando planejam o valor a ser roubado, calculam não levar mais do que o banco os deve, caso aconteça por acidente, eles farão uma doação. Assim, o filme usa também as considerações e princípios éticos, morais e sociais dos personagens para reforçar o carisma que conquista o publico.

Mas nossos heróis sabem que os bancos não são seus únicos vilões. O peso dos anos é que os faz, antes de tudo, serem as vítimas que são e, portanto, assaltar um banco não será tarefa das mais simples, alias, nem as tarefas mais simples são tão simples hoje em dia para eles.  É aqui que os atores irão explorar as limitações impostas pela velhice para criar um humor físico  que também os ajuda a aproximá-los mais do publico, que já vinha sendo conquistado através de boas risadas em diálogos memoráveis.

Assim, através do bom humor e da emoção construída na sensibilidade de suas relações familiares, o filme transforma o assalto em algo que não apenas torcemos para acontecer, como também nos diverte. Rimos e nos emocionamos com o quão humanos e engraçados eles estão na sequência em que roubam o banco.

Divertido e emocionante, Despedida em Grande Estilo nos apresenta três senhores que não se conformam com os dissabores da idade e as injustiças praticadas contra ela. Rejeitam a inércia da velhice e demonstram sua paixão pela vida ainda que esta esteja no fim para eles. O filme também nos mostra os bancos roubando a cena da velhice, que fragiliza e esmaece dia a dia a vida de uma pessoa, para serem mais uma vez os vilões em um filme como foram em A Qualquer custo, um dos indicados ao Oscar desse ano.

Assista ao trailer do filme clicando aqui

rogerio.jr.noticiaurbana@gmail.com

Em cartaz48 Posts

Amante de cenas e textos, contista nas horas vagas. Rogério Jr. traz para a coluna Em Cartaz suas impressões a respeito dos principais lançamentos no cinema.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes