Crítica ― ‘Guardiões da Galáxia’

Em uma analise mais ampla, Guardiões da Galáxia volume 2 apenas reforça o assunto que nos foi apresentado no primeiro filme: a jornada de foras da lei que descobrem sua galáxia ameaçada pelos objetivos daqueles que encomendaram suas ações mercenárias, o que  acabará por convertê-los em heróis. O filme também trata de como alguns traumas familiares fizeram com que desconhecidos (e a princípio adversários) se adotassem como família depois que seus caminhos criminosos convergiram.

Mas neste segundo volume da franquia o assunto família é transferido do mero pano de fundo que foi no primeiro filme para ocupar uma perspectiva mais nítida ao ser trabalhado pelo roteiro também em suas causas e não apenas em suas consequências ― Gamora irá confrontar a origem do ódio que sua irmã sente por ela; Drax encontrará uma personagem que tem o dom de sentir, ao apenas tocar nele, a profunda dor pela perda de sua esposa e filha (uma espécie transcendente de terapia) e a experiência de Peter Quill no filme nos lembrará da clássica acepção de que pai não é quem faz, é quem cria.

A franquia não abriu mão da direção e do roteiro de James Gum, que por sua vez não abriu mão de resgatar aqui os elementos que ele usou para personalizar um filme que foi definido por muitos como o melhor filme da Marvel até então. A descoberta parece ser a Tônica dominante no trabalho que Gum faz em Guardiões: a historia de sociedades de diferentes planetas interagindo umas com as outras e com suas diferentes formas e culturas, seja em alianças, seja em confrontos, irá rimar com o encontro de gerações que o diretor promove no seu publico quando mistura na tela o vintage com o moderno em referências claras a cultura pop dos anos 80.

Estamos falando de ícones que representam os games, o cinema, a moda e principalmente a música desta década marcante quando mencionados em imagens e palavras durante o filme. Notem, por exemplo, como a sequência em uma festa, que apresenta o personagem de Silvestre Stalone, está carregada de uma atmosfera 80’s por toda parte, seja no figurino extravagante, ou na paleta de cores vivas e quentes (apesar de se passar á noite e sob a neve do inverno). Mas é mesmo a música que volta como um grande personagem em Guardiões da Galáxia 2, daqueles que aparece nos momentos decisivos. Do inicio ao fim, um grande sucesso do Awsome Mix (musicas gravadas em um tape escutado frequentemente por Quill em seu Walkman) é reproduzido para pontuar um grande momento do filme.

Como tudo isso entra em uma sinopse? Simples: depois de, como sempre, decidirem ficar com a encomenda a qual foram contratatos para roubar, os Guardiões são perseguidos e durante essa fuga encontram o pai de Peter Quill, que surge prometendo respostas apesar da forte aura de mistério que possui. A partir daí, a segurança de cada membro desse grupo dependerá da força de sua união e principalmente do valor de cada um como família.

Guardiões da Galáxia marca mais uma vez com sua energia ao manter o espectador investindo em seus personagens o tempo todo através de seu bom humor (nem tão divertido quanto no volume 1, mas ainda assim muito simpático ― e olha que nem falei de Groot, que agora é um bebê que derrete as mulheres e diverte os homens) e dilemas do mais humanos. É também envolvente com suas cores e luzes para retratar universos tão surreais e mesmo quando apresenta a Terra sua estética é viva. O filme encontra seu espaço no universo da Marvel não apenas como item em uma filmografia, mas os elementos já inseridos no filme anterior contribuem para a cronologia e composição de toda a estrutura desse o universo. Isso não é tudo. Pelo visto a franquia ainda promete outras boas surpresas em um próximo volume, pois segundo eu soube…

Os Guardiões da Galáxia retornarão

Assista ao trailer do filme clicando aqui

rogerio.jr.noticiaurbana@gmail.com

Em cartaz35 Posts

Amante de cenas e textos, contista nas horas vagas. Rogério Jr. traz para a coluna Em Cartaz suas impressões a respeito dos principais lançamentos no cinema.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes