Dança das cadeiras na Câmara de Campos continua: Magal é cassado e fica inelegível por oito anos

Uma novela que não tem fim. Assim pode ser resumido quase seis meses da Câmara de Vereadores de Campos neste ano. São vereadores presos, soltos, afastados, inelegíveis, enfim… E essa novela, que a população acompanha desde o dia 1º de janeiro deste ano, parece estar longe do último capítulo.
Desta vez, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou o mandato do vereador Magal. Desta forma, em tese, ele precisa se afastar imediatamente da Câmara de Campos e terá que aguardar oito anos para voltar a concorrer novos cargos políticos. A decisão, porém, ainda cabe recurso. Ou seja, é possível que Magal reingresse na Câmara novamente.
O mais interessante é que Jorge Magal assumiu o cargo nesta terça-feira (23), não ficando sequer 24 horas no posto. Ele saindo quem assume é o suplente, Thiago Godoy. O legislador é um dos investigados na Operação Chequinho, aquela que apura o uso do programa Cheque Cidadão como moeda de troca e compra de votos nas eleições de 2016.
O presidente da Casa, o vereador Marcão, foi notificado na manhã desta quarta-feira (24) da decisão do TRE.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes