Aglomeração em convenção de Bruno Calil provoca revolta nas redes sociais

Aglomeração em convenção de Bruno Calil provoca revolta nas redes sociais

A campanha eleitoral ainda não começou, mas o período das convenções partidárias, que termina hoje, já tem trazido bastante polêmica no meio político. A última delas foi a convenção do pré-candidato a prefeito de Campos, Bruno Calil, do Solidariedade. Em evento na Multiplace, conhecida casa de shows da cidade, Bruno Calil reuniu muita gente, provocando agolemeração sendo alvo de críticas nas redes sociais. 

O empresário Sandro Moura, que também é promotor de eventos, usou as redes sociais para desabafar. "Estou me sentindo um palhaço. Isso é um absurdo. Conheço bem esse local e, pela quantidade carros aqui fora, acredito que tenha umas 3 mil pessoas lá dentro. Eventos não podem ser realizados por conta do coronavírus, mas política pode", bradou. 

Durante a convenção foi confirmada a pré-candidatura de Bruno Calil a prefeito, tendo o pastor Eber Silva (DEM) ao seu lado como vice na chapa. O evento também marcou as convenções do DEM, PSDB e PTC, que fazem parte da coligação.
Em nota, a prefeitura de Campos esclarece que, por força de lei, não pode intervir em evento partidário/eleitoral.  De acordo com a Emenda Constitucional 107, Artigo 1°, parágrafo 3°, inciso VI, a legislação municipal não pode limitar eventos desta natureza. A fiscalização, ainda de acordo com a mesma Emenda, cabe à Justiça Eleitoral.