Pandemia: prefeitura do Rio cancela jogos de futebol

Pandemia: prefeitura do Rio cancela jogos de futebol

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), afirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira que o Campeonato Carioca não poderá ser realizado na cidade de 26 de março a 4 de abril, de acordo com o novo decreto municipal, como forma de conter a propagação do novo coronavírus. “No Rio não pode e no Caio Martins (em Niterói) também não”, disse o prefeito, ao ser perguntado sobre a realização de jogos na cidade.

Por outro lado, de acordo com nota da Prefeitura do município, os clubes vão poder seguir treinando presencialmente durante este período. Durante 10 dias, durante o "superferiado" já anunciado pelo Governo do RJ, entre 26 de março a 4 de abril, os novos decretos só autorizam a funcionar os serviços essenciais. Os clubes foram pegos de surpresa com o anúncio do prefeito do Rio e estudam, agora, medidas para que a competição não seja paralisada.

Uma das possibilidade é levar os jogos dos times grandes para cidades do interior, como Volta Redonda, no Sul Fluminense, e Saquarema, na Região dos Lagos do Rio, onde o decreto não está em vigor.

Os pequenos teriam mais opções, como o Estádio Laranjão, do Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, por exemplo. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro ainda não se pronunciou.