Com barreiras espalhadas pelo Centro, Prefeitura de Campos promete "apertar o cerco" com quem resolver sair de casa

Com barreiras espalhadas pelo Centro, Prefeitura de Campos promete "apertar o cerco" com quem resolver sair de casa

A prefeitura de Campos promete apertar o cerco com quem resolver sair de casa sem motivo nos próximos sete dias. Dentre as novidades publicadas no novo decreto de Wladimir Garotinho, algumas se asemelham com o que o antigo prefeito de Campos, Rafael Diniz, fez há um ano para evitar que a população saia de casa. Entre elas estão os famigerados bloqueios em algumas das principais ruas do Centro. 

De acordo com o Diário Oficial, Fica determinada a proibição de circulação de indivíduos e veículos, com barreiras nos seguintes Locais: Praça São Salvador, Boulervard Francisco de Paula Carneiro, Rua Jose Alves de Azevedo com Rua Siqueira Campos, Rua Tenente Coronel Cardoso com Rua José Alves de Azevedo, Rua José Alves de Azevedo, com Rua Gil de Góes, Av. Dr. Hélio Póvoa, com Rua Gil de Góes, Av. XV de Novembro, com Rua Barão do Amazonas, Av.
XV de Novembro, com Rua Paul Percy Harris, Av. XV de Novembro, com Rua Governador Teotônio Ferreira de Araújo, Av. XV de Novembro, com Rua dos Andradas, Rua Marechal Floriano, com Rua Saldanha Marinho, Rua Marechal Floriano, com Rua Santa Efi gênia, Rua Marechal Floriano, com Rua João Pessoa, Rua Marechal Floriano, com Av. Sete de Setembro, Rua Marechal Floriano, com Rua Vinte e Um de Abril.

Assim como no decreto de semana passada, a prefeitura prevê que só saia de casa quem comprovar que atua em alguns dos trabalhos considerados essenciais pelo poder público. A comprovação deverá acontecer por meio de crachás, carteira e contrato de trabalho. Quem resolver sair para ir ao supermercado ou farmácia, por exemplo, deverá justificar.