Com obras concluídas, Palácio da Cultura recebe também iluminação externa artística

Com obras concluídas, Palácio da Cultura recebe também iluminação externa artística

Com iluminação artística finalizada nesta semana, são dados os últimos retoques para a tão esperada entrega do Palácio da Cultura à população. As obras foram feitas por meio de uma medida compensatória que garantiu custo zero para a prefeitura de Campos. O local estava fechado desde 2014.

Todos os processos licitatórios para mobiliário, equipamentos de informática e sistema de refrigeração também já foram realizados. A Prefeitura espera, apenas, o término do período eleitoral para as aquisições, como prevê a lei.

O prédio voltará a abrigar a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) e contará com espaço ampliado para a Biblioteca Municipal Nilo Peçanha, espaço de exposição de artes plásticas, área de artesanato, auditório e anfiteatro. Toda a parte externa ganhou nova iluminação, garantindo beleza e segurança ao local. A área do estacionamento recebeu calçamento e o gramado também está concluído. O Palácio também receberá o Centro de Inovação e haverá espaço para café bistrô e sala de coworking pública para os visitantes.

Um ícone arquitetônico, a obra do Palácio da Cultura foi considerada a mais importante e inovadora do Brasil de 1973 e o abandono na última década gerou inúmeras críticas e descontentamento da população. A atual gestão, por meio de negociações, definiu que a reforma do Palácio da Cultura, orçada em R$ 1 milhão e 200 mil seria retomada e integralmente concluída como medida compensatória pela empresa privada proprietária da área do prédio histórico Casarão Clube do Chacrinha, demolido indevidamente no início de 2013. Assim, a prefeitura não teve ônus com a recuperação do espaço. O acordo foi homologado em 2018 pelo Juízo da 4ª Vara Cível de Campos.

A parceria com o Centro Municipal de Inovação respeitará o protagonismo da área cultural na ocupação do espaço. A presidente da FCJOL, Cristina Lima, informa que, para essa garantia, a Prefeitura manteve diálogo com o Conselho Municipal de Cultura (ComCultura) e ouvindo as aspirações do órgão. O uso da verba de emenda parlamentar destinada à Inovação, no valor de R$ 1 milhão, será utilizada para aquisição de mobiliário, equipamentos e sistema de refrigeração. Foram realizadas quatro licitações e as entregas devem respeitar o término do período eleitoral.