Paciente denuncia precariedade e falta de higiene no HGG

A dona de casa Gorete Araújo, de 40 anos, quer esquecer a última terça-feira (1º). Após passar por uma cirurgia de vesícula no dia 20 do mês passado, no Hospital Escola Álvaro Alvim, a mulher se sentiu mal e precisou e precisou ser socorrida para o Hospital Geral de Guarus. Na unidade de saúde, ela encontrou um cenário caótico: um local sem a menor infraestrutura para atender as pessoas com humanização e muita falta de higiene.

De acordo com a paciente, além da superlotação com macas espalhadas pelos corredores do hospital, o local também não oferece as mínimas condições de higiene. “Nunca imaginei que um dia fosse ser tão mal atendida. Simplesmente horríveis as instalações do HGG. Infelizmente, a saúde continua um caos. Um chão muito sujo, as poucas macas que tem estão com os colchões  rasgados e os suportes de soro totalmente enferrujados”, desabafa.

A empresária Lena Souza, que esteve no local acompanhando Gorete, também destaca que pensou que a situação fosse mudar. “Ninguém melhor do que eu para saber que os hospitais de Campos sempre foram um caos. Contudo, imaginei que com a mudança de governo essa realidade pudesse mudar. É lamentável alguém ter que recorrer ao HGG”, disse a mãe da pequena Sawanna.

A equipe de reportagem do jornal Notícia Urbana entrou em contato com a superintendência de comunicação da prefeitura de Campos para saber o que o poder público municipal tem feito para atender os pacientes moribundos com mais dignidade. Em nota, a prefeitura informou que nova gestão encontrou o Hospital Geral de Guarus (HGG) em condições limitadas de atendimento e em poucos meses vem sendo realizadas ações como a retomada de exames como retinografia, angiografia (específico da área de oftalmologia), além do exame de vídeo laringoscopia – na área de otorrinolaringologia – que voltou à atividade após oito anos sem atender à população. O HGG também vem trabalhando dentro das possibilidades financeiras na recuperação de equipamentos antes sucateados como camas, macas, biombos, suportes para soros e cadeiras para atender com mais conforto a população que procura a unidade. Através de parceria, o HGG também irá receber uma verba federal no valor de cerca de R$ 5 milhões para reformas e aquisição de equipamentos.

 

 

 

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes