Ford anuncia fechamento de fábrica no Brasil, e Banco do Brasil pretende demitir 5 mil funcionários

Ford anuncia fechamento de fábrica no Brasil, e Banco do Brasil pretende demitir 5 mil funcionários

Duas tristes notícias assolaram o mercado financeiro brasileiro nesta segunda-feira (11). Uma foi o processo de demissão voluntária que o Banco do Brasil abriu para 5 mil funcionários da estatal. A outra foi o anúncio da Ford,informando que encerrará a produção de veículos em suas fábricas no Brasil após um século. Foi anunciado ainda o fechamento de 361 unidades - 112 agências, 7 escritórios e 242 postos de atendimento - no primeiro semestre deste ano.

De acordo com o Banco do Brasil,os programas possuem regulamentos específicos que estabelecem as regras para adesão, que não foram especificados no fato relevante anunciado aos investidores. O número final de adesões, assim como o impacto financeiro, serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão, que ocorrerá até 5 de fevereiro, informa o banco.

Já em relação a Ford, a montadora mantinha fábricas em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), para carros da Ford, e em Horizonte (CE), para jipes da marca Troller. A empresa, que fechou 2020 como a quinta que mais vendeu carros no país, com 7,14% do mercado, continuará comercializando produtos no Brasil.

Eles serão importados principalmente da Argentina e do Uruguai. A Ford disse ainda que todos os clientes seguirão com assistência de manutenção e garantia.

Dentre as instalações atuais, será mantido o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, além do campo de provas e da sede administrativa para a América do Sul, ambos no estado de São Paulo.