Cabeleireira é esfaqueada por "colega" dentro de salão da Pelinca

Cabeleireira é esfaqueada por "colega" dentro de salão da Pelinca

A cabeleireira Juliana Barcelos, de 27 anos, esfaqueada dentro de um salão de beleza na Rua Sete Capitães, na região da Pelinca, em Campos. A tentativa de homicídio aconteceu na manhã desta sexta-feira (11) e assustou comerciantes próximos ao estabelecimento comercial e clientes. 

De acordo com a Policia Militar, a mulher que a esfaqueou é uma funcionária, também cabeleireira, do estabelecimento. Juliana teria pedido demissão do salão nesta quinta-feira (10), após ter sido acusada de ladra. Nesta sexta-feira, porém, a vítima voltou ao local para conversar. Ela foi recebida por Leyla Moreira, que é outra cabeleireira e, em seguida, as duas começaram uma discussão. Leyla, que supostamente já andava com uma faca na cintura, sacou e esfaqueou a ex-colega de trabalho. 

Juliana foi para o Hospital Ferreira Machado e, como estava sem ferimentos graves, foi atendida e liberada. 

Ainda de acordo com a PM, as duas já vinham tendo desintendimentos há alguns dias e, desde então, Leyla teria passado a andar com a faca. Até o momento, a agressora não foi encontrada. Agentes da Delegacia do Centro procuram por Leyla. Inicialmente, a Polícia Militar havia passado a informação de que quem teria sido esfaqueada seria a dona do salão, entretanto, instantes depois, a própria PM informou que as envolvidas na confusão era uma ex-funcionária e uma funcionária.