Ambulantes de São João da Barra querem auxílio emergencial municipal

Ambulantes de São João da Barra querem auxílio emergencial municipal

Representantes da Associação Sanjoanense de Ambulantes se reuniram, na manhã desta segunda-feira (22), com os vereadores. O encontro aconteceu no plenário da Câmara onde o grupo expôs as dificuldades que está passando por não estar exercendo sua atividade – em razão da pandemia provocada pelo coronavírus.

A categoria reivindica a criação de um auxílio emergencial no valor de um (1) salário mínimo para os ambulantes cadastrados. Além disso, pede o retorno emergencial das cestas básicas. O grupo também informou que já protocolou um ofício na Prefeitura, solicitando uma reunião com a prefeita Carla Machado. “Esperamos conseguir alguma alternativa para amenizar essa situação difícil que estamos vivendo e estamos buscando a união de todos”, contou o ambulante Cristiano Borges.

O presidente da Câmara, Elísio Rodrigues, se comprometeu em ajudar. “Nenhum dos vereadores aqui vai fugir da luta. Estamos fazendo o nosso papel, ouvindo vocês – mesmo os vereadores que não puderam estar aqui hoje. Estamos todos unidos e vamos buscar, dentro da legalidade, meios para tentar atender o que vocês estão pedindo”, explicou Elísio.

Os parlamentares ouviram as demandas e lembraram que a criação de um benefício tem que partir da Prefeitura, já que, por lei, o Legislativo não pode criar despesa para o Executivo. Carlos Machado da Silva (Kaká) destacou que os vereadores podem até elaborar e aprovar um requerimento em plenário, mas isso não garante que o mesmo será executado. Também participaram da reunião, os vereadores: Franquis Arêas, Analiel Vianna e Junior Monteiro.