Wladimir Garotinho manda retirar "cilindros de oxigênio reservas" da casa de pacientes em home care

Wladimir Garotinho manda retirar "cilindros de oxigênio reservas" da casa de pacientes em home care

O prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, mandou que os profissionais da saúde retirassem os cilindros de oxigênio reservas da casa dos pacientes assistidos no sistema de home care. A determinação foi publicada no Diário Oficial deste domingo (4) e prevê que, em caso de resistência do paciente ou de algum familiar, os profissioais de saúde podem acionar à polícia. 

"Ficam os responsáveis pelos pacientes assistidos pelo SAD (Serviço de Atendimento Domiciliar) e pelo serviço de Assistência Social, que possuem mais de um cilindro de oxigênio em suas residências, obrigados a devolver ao Município os cilindros de oxigênio excedentes, tendo em vista a necessidade imediata de abastecimento nos hospitais", diz a determinação no Diário Oficial. 

De acordo com o D.O, apesar de a medida da retirada dos equipamentos sobressalentes, o mudança não irá desassitir ninguém. "Fica determinado que a Secretaria Municipal de Saúde realize, imediatamente, o recadastramento e a reavaliação de todos os pacientes que possuem cilindros de oxigênio em suas residências, estabelecendo novos protocolos de utilização, caso necessário". 

Em outro trecho, o D.O destaca que "uma vez realizada a reavaliação e constatada a desnecessidade do fornecimento de oxigênio medicinal ao paciente, fica, desde já, autorizada a imediata retirada do respectivo equipamento. 

A medida, que já preocupa dezenas de assistidos por home care municipal, decorre por causa da falta de leitos de UTI ocupados por pacientes infectados pelo coronavírus.