Idoso faz sucesso com "engenhoca" de amolar facões, facas, foices e tesouras

Idoso faz sucesso com "engenhoca" de amolar facões, facas, foices e tesouras

O idoso Salvador de Souza Barbosa, morador de Atafona, em São João da Barra, tem feito um grande sucesso por onde passa. É que ele criou uma "engenhoca" específica para amolar facões, facas, foices, tesouras de jardinagem e outros: é o "afiador ambulante".

Feito com caixonete, esmeril e roda de bicicleta, o "afiador ambulante" permite que o operador da "máquina" amole os materiais com segurança e sem esforço físico, como conta o idealizador da bugiganga. "Sempre gostei de criar. Um belo dia, no auge dos meus vinte e poucos anos, tive a ideia de fazer o 'afiador ambulante', que me proporciona segurança, facilidade de transporte e minimiza o esforço físico na hora de amolar qualquer material", explica. 

Seu Salvador faz questão de destacar o "afiador ambulante" é o seu melhor "amigo" há mais de 40 anos. "Há mais de quatro décadas trabalho com ela e percorro os mais variados lugares", ressalta. 

E se engana quem pensa que o "afiador ambulante" atende somente os clientes de Campos e região. Questionado, seu Salvador diz que é comum haver demanda de trabalho em Cabo Frio, por exemplo, cidade da Região dos Lagos. "Acho que Cabo Frio é o lugar mais longe que já fui para amolar. Existem clientes que só fazem comigo por causa do 'afiador ambulante", afirma. 

E não foi só a engenhoca do Seu Salvador que se tornou popular. Os preços também são bem atrativos. De acordo com ele, para amolar uma foice, por exemplo, é R$ 10. Já uma faca de cozinha, o valor é R$ 5. "Cada item tem o seu valor, contudo, em geral, todos costumam ser bem baratos", brinca.

Quem desejar contratar o "afiador ambulante", basta ligar para o número (22) 99774-7403.