Dilma cria o “Dilmazap”, vira chacota na internet e perde eleição

A ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, até tentou, mas não conseguiu convencer o eleitorado de que merecia uma vaga no senado. Antes da eleição neste domingo (7), porém, a política usou a internet para tentar alavancar votos, mas não funcionou. Ela criou o “Dilmazap”. A invenção foi atribuído por muitos internautas como a “cara dela”. Num vídeo curto, ela pede para que os eleitores adicionem o número na agenda, pois, desta forma, os simpatizantes saberiam tudo “sobre o golpe”. E mais: receberiam também a famosa mensagem de áudio com um “bom dia” dela.

Não demorou muito e os internautas a pegaram para chacota. Um deles escreveu. “Manda nudes”. Já o outro disse de maneira irônica. “Estou preocupado, desde ontem ela não me responde”. De fato, o “Dilmazap” parece não ter funcionado.

Dilma, não voltará a Brasília. Ela teve 2,6 milhões de votos, 15% do total. Esse resultado a deixou na quarta colocação. Mesmo com sua carreira política toda no Rio Grande do Sul, a petista preferiu concorrer por seu Estado natal – uma das razões era não disputar votos com o companheiro de partido Paulo Paim, reeleito ontem pelos gaúchos. Quem conseguiu as vagas mineiras foram Rodrigo Pacheco (DEM), com 20,5% dos votos, e Jornalista Carlos Viana (PHS), com 20,3%.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes