A procura da "Batida Perfeita" com Vovô do Surfe

A procura da "Batida Perfeita" com Vovô do Surfe

O surfe é um esporte originário da Polinésia, um conjunto de ilhas do Pacífico. Acredita-se que o esporte surgiu quando pescadores perceberam que usando uma tábua de madeira, era mais fácil chegar à margem do mar. Em 1778, o navegador inglês James Cook chegou ao arquipélago do Havaí e levou a ideia do esporte para a Europa.

Para quem não sabe, batida é o nome dado a uma manobra radical. Em Campos, o "Vovô do Surfe" iniciou a procura pela ‘batida perfeita' em meados de 1985, quando estudava na antiga Escola Técnica Federal, hoje, IFF (Instituto Federal Fluminense). Foram muitas as dificuldades, a começar pela aceitação dos pais, já que naquela época prevalecia uma educação bastante conservadora. O grupo de amigos geralmente se reunia às 06 horas enfrente ao ISEPAM (Instituto Superior de ensino Professor Aldo Muylart), antigamente IEPAM, onde aguardava o ônibus com destino a Barra do Furado, ou Grussaí. Um dos fatores que levou o vovô a praticar o esporte foi uma recomendação médica, para tratar um problema de asma. Foram muitos momentos de descontração, mas nem tudo eram flores, havia descontentamento por parte dos motoristas da antiga Viação Campostur, que começaram a implicar com o espaço que as pranchas ocupavam, tirando a vez de passageiros. Na maioria das vezes as pranchas eram levadas no bagageiro. Mesmo diante das adversidades, a vibe era sempre positiva, melhor clima, impossível! Outra dificuldade enfrentada pelo grupo de amigos foi à questão da qualidade das ondas, já que naquela época não existia a internet para consultar a intensidade do vento.

A modalidade sempre foi praticada por mera satisfação, nunca houve competição em torneios de expressão, o que não impediu Big Rider, como também é carinhosamente chamado, de visitar países como Equador, El Salvador e Nicarágua e Costa Rica, sempre buscando o lazer.

Apesar da baixa conotação publicitária, a prática de surfe vem crescendo bastante na região, tendo inclusive, mulheres em grande número, quebrando vários tabus. O surfe enfrentou alguns preconceitos, mas com o decorrer do tempo, isso ficou para traz. Temos vários desportistas conceituados na sociedade da região, entre eles, o jurista Filipe Franco Stefan, que já foi presidente da OAB Campos – 12ª Subseção. De vez enquanto, Stefan arrisca algumas manobras nas águas do mar da nossa querida Atafona-SJB. Ao contrário de Campos, o governo São João da Barra apoia a prática de surf, tendo algumas escolinhas sem fins lucrativos pela região sanjoanense, as aulas podem ser vistas frequentemente à beira mar da Praia de Grussaí – SJB.

Mateus Chagas é formado em direito, gerente de contratos da W Seg e entusiasta do esporte campista