Atletas de Jiu-Jitsu do Esporte Vida são medalhistas no Pan Americano em Vitória-ES

Atletas de Jiu-Jitsu do Esporte Vida são medalhistas no Pan Americano em Vitória-ES

Atletas de Jiu-Jitsu do projeto Esporte Vida da Vila Olímpica de Travessão foram medalhistas no Pan Americano X-Combat BJJ Pro 2022, realizado no último final de semana no Ginásio do Tancredão, em Vitória-ES. Nesta terça-feira (26), os 10 atletas de Campos que participaram do torneio apresentaram as medalhas de ouro, prata e bronze ao coordenador geral do Esporte Vida, Leonardo Mantena.

A atleta Maria Clara, de 15 anos, foi ouro na categoria Branca Leve. Ela afirmou que, apesar do treino pesado, a sensação de competir junto com os amigos foi uma experiência única. “Foi muito bom estar no Pan Americano e viver esse momento junto com os outros atletas, foi incrível. Só de chegar lá, já somos campeões", ressaltou.

De acordo com o atleta Bryan Rangel, de 13 anos, a vontade de ganhar o mundo com o esporte o remete a sensação de que está no caminho certo. “Estar com meus amigos de treino e termos saído de lá campeões foi muito bom. Espero que, a partir do projeto Esporte Vida, nós possamos conquistar o mundo”, comentou Bryan, que conquistou o ouro na categoria Branca Pena.

O coordenador geral do Esporte Vida, Leonardo Mantena, classificou o esporte como ferramenta socioafetiva. “Falar de esporte é falar de inclusão social, de sonhos, que muitas das vezes não está ligado a juventude, mas sim, a todas as idades, e também permitir que essas crianças entendam que é possível vencer e crescer por meio do esporte”, disse Mantena, que enfatizou a importância do apoio do prefeito Wladimir Garotinho ao projeto, idealizado quando, ainda, deputado federal e viabilizado por meio de emenda parlamentar. 

O Esporte Vida está presente em 25 locais no município e atende mais de 7 mil pessoas, com atividades não só na área do Jiu-Jitsu, como capoeira, futebol, hidroginástica, natação, caratê, funcional, Muay Thai, e outros.

A coordenadora da Vila Olímpica de Travessão, Suelen Muniz, destacou a oportunidade das crianças e adolescentes competirem em outros estados. “O projeto Esporte Vida é de suma importância e nos dá a oportunidade de competir tanto aqui na cidade, quanto em outros municípios. Essa já é nossa segunda viagem. Na primeira trouxemos 11 medalhas e um cinturão, pelo professor Puca, e nessa trouxemos 10 medalhas”, ressaltou.