Campista Almir Bárbara supera AVC e volta às quadras

Campista Almir Bárbara supera AVC e volta às quadras

almir2Sucesso no ano de 2000 e 2001, o tênis caiu na graça do povo brasileiro após Gustavo Kuerten, também conhecido como Guga, que  sagrou-se campeão de seu torneio predileto, Holand-Garros.

Em Campos não foi diferente, a modalidade esportiva também já teve seus tempos de auge. Quem nos conta um pouco da história é Almir Bárbara. Almir começou a entrevista agradecendo pela oportunidade de divulgar a modalidade que tanto ama!

Campista, nascido e criado no bairro Jardim Carioca, Bárbara disse que o tênis não era tão divulgado. “Sempre tive facilidade na prática de esportes. Comecei a fazer escolinha de futebol aos 13 anos”, comentou Sr. Almir Bárbara.

Por volta do ano de 1970, Sr. Almir passou uma parte da adolescência em Niterói e nos finais de semana voltava para Campos. A mudança foi devido à programação política do seu pai, que foi candidato a deputado estadual. Nesse período veio a oportunidade de frequentar o tênis clube. Em pouco tempo o talentoso atleta conseguiu aprimorar suas técnicas, vindo a disputar torneios a nível estadual.

Apesar de ser considerado um atleta prodígio, algumas dificuldades impediram Almir de ser um tenista profissional, foi quando começou a se dedicar a carreira de treinador. Através de amigos foi apresentado a Eraldo Barcelar, sendo convidado para ser sócio na Escola de tênis Voleio, em 1982. “Foi a grande oportunidade da minha vida”, relatou Bárbara. Ele também conta que algumas figuras importantes do esporte participaram da inauguração, como Paulo Henrique, Gaúcho e Meireles.

Almir comenta que: “naquela época possuía uma CB 400, usava para viajar para a capital as sextas feiras, retornava no domingo, ia para treinar e aperfeiçoar as técnicas como professor.” “Alguns alunos se profissionalizaram, chegaram a disputar torneio em Wimbledon”.

Com o sucesso das aulas de tênis surgiram mais convites. Houve uma parceria com a Academia Projex,  onde a quadra era coberta. Em seguida veio convite para dar aula na Academia Estação Saúde, que apesar de não ter sido da forma planejada, também foi importante para abrir novos horizontes.

Com seu carisma e competência, surgiram convites para participar de projetos sociais ligados a prefeitura,onde na época o prefeito era o ilustre Dr. Arnaldo Viana. Esse projeto chegou a atender cerca de trezentas crianças por mês, sendo importante para educação em geral, além de tirar as crianças das ruas.

No ano de 2008 Almir estava de frente em um projeto de aula numa quadra de tênis na antiga rua Formosa, mas infelizmente sofreu um acidente vascular cerebral durante uma das aulas. Foi um momento bastante delicado e difícil. “A minha fé em Deus ajudou muito, fui atendido por médicos que já foram alunos, a exemplo de Dr. Fausto, que foi incansável no meu processo de recuperação”. “Fiquei um período sem andar e falar, mas sempre acreditei que voltaria a treinar. Deus foi bom o tempo todo. Tenho muita gratidão!”

Hoje em dia, Almir Bárbara continua dando aula e os três filhos, que inclusive foram seus alunos, foram de grande importância nesse processo de recuperação. Atualmente é utilizada uma máquina de lançar bolas, o que torna os treinos mais dinâmicos e ágeis. “Aos poucos, a rotina esta voltando, estão surgindo novos convites para dar aula”.  

Seja homem, mulher, criança ou idoso, o tênis consegue se adaptar facilmente às necessidades e possibilidades de cada um, independente da idade. Praticado em partidas individuais ou em duplas, os golpes e os constantes movimentos das pernas durante a atividade mexem praticamente com todas as musculaturas do corpo, por isso, contribui diretamente no desenvolvimento físico e orgânico. Segundo o professor de tênis Almir Bárbara, o esporte é muito mais do que um jogo.

matheus

 

*Mateus Chagas é formado em direito, gerente de contratos da W Seg e entusiasta do esporte campista