Carateca de Campos é o terceiro melhor do Brasil

Carateca de Campos é o terceiro melhor do Brasil

O atleta da Fundação Municipal de Esportes (FME), André Junior Viana Marques, 17 anos, conquistou nessa quarta-feira (9), em Uberlândia (MG), o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro de Karatê.  O evento é organizado pela Confederação Brasileira e reúne cerca de 3,5 mil atletas de 26 estados e mais o Distrito Federal. Nesta quinta (10), o atleta recebeu, do representante da Confederação Brasileira de Karatê e da Federação do ERJ Jorge Luiz, a medalha de 3º melhor carateca do Brasil. 

André venceu atleta o maranhense José Itamar por 4 a 1. Já na segunda luta ganhou o baiano Radriel Montareli por 3 a 2 e perdeu na semifinal para o paulista Vitor Teixeira por 1 x 0. A modalidade estreia nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

“Uma experiência incrível que vou levar para toda a minha vida. Competi com os melhores atletas do país e por pouco não fui para a final. Mas estou feliz com o 3º lugar. O resultado só veio a me incentivar ainda mais a continuar treinando e focado no esporte que mudou minha vida. Agradeço à minha técnica Samara Jardim que acredita em mim e ao presidente d a Fundação Municipal de Esportes, Raphael Thuin, que me abraçou neste sonho”, destacou o jovem atleta André Junior. 

A técnica Samara Jardim, que também comanda a equipe Estadual do Rio de Karatê, destacou o resultado de André que em tão pouco tempo vem se destacando no esporte e conquistou uma medalha inédita para Campos. 

“Para chegar aqui, ele passou por três etapas e venceu, garantindo a vaga. Mostra que quando a pessoa quer e se dedica, consegue. Não adianta a técnica querer e o aluno não se esforçar.  Estou feliz não só pela conquista da medalha, mas pelos benefícios que o karatê vem fazendo, ajudando a formar cidadão de caráter, preparando-o para superar momentos da vida”, frisou a técnica. 

A FME atualmente atende a mais de 150 alunos nas turmas de karatê, na sede da Fundação e nos CEDEs (Centros Esportivos da Escola) Jóquei e Alphaville. Somente com a professora Samara Jardim são cerca de 20 alunos.