Conheça a história de uma das "tribos" de Mountain Bike pioneiras em Campos

Conheça a história de uma das "tribos" de Mountain Bike pioneiras em Campos

matheusMountain Bike é um esporte específico de montanha e trilhas, nos mais variados tipos de terrenos, subidas e descidas.

O Mountain Bike surgiu na década de 70, na Califórnia (Estados Unidos), a partir da atividade de um grupo de amigos: Joe Breese, Gary Fisher, Charlie Kelly, Eric Koshi e Charlie Cunninghan.

A diversão destes veteranos do ciclismo olímpico era subir o Monte Talmapais – em Marin Country, ao norte da Baía de San Francisco – , e despencar de lá em bicicletas que eles apelidavam de “Clunkers” ou “Transhmobiles” (tranqueira ou lixomóvel).

Com o passar do tempo, eles notaram que estas bicicletas, que sofriam em suas mãos, precisavam de algumas mudanças e uma série de inovações técnicas.

O objetivo era adequá-las às suas necessidades radicais. Em 1977, surgiram os quadros especialmente manufaturados, desenvolvidos por Breese.

Em 1980, Mark Sinyard fundou a Specialized e lançou o modelo Stumpjumper (pula toco), a primeira bicicleta Mountain Bike a ser produzida em série no mundo.

A primeira prova brasileira da modalidade aconteceu em 1988, no Rio de Janeiro.

Fonte: https://sampabikers.com.br/dicas-e-curiosidades/historia-do-mountain-bike/.

Em Campos, a prática da modalidade ganhou vários adeptos, entre eles, Ricardo Alencar de Brito, mais conhecido com Ricardo Bike. Os campistas costumam pedalar até o famoso Morro do Rato, que fica na localidade de Itaoca.

Tudo começou em 2012, quando Ricardo Bike, começou a trabalhar como mecânico de bicicletas em uma grande revendedora de bicicletas da Cidade. Ricardo tem 60 anos, deu início a prática de mountain bike em 2013, e de lá pra cá nunca mais parou.  Junto ao grupo corrente do pedal campos (#correntedopedalcamposrj#), Ricardo relatou que o grupo sempre procura agregar ao esporte as amizades, a saúde física e mental.

"É muito bom apoiar e incentivar o esporte em Campos e ver o envolvimento de adultos, jovens e crianças. E o número de grupos de ciclistas na cidade vem crescendo a cada dia, e poder apoiar eventos deste porte é ir ao encontro dos campistas e incentivar a prática esportiva", declarou. 

Pratique esporte, mesmo que não competitivamente, pois é saudável e você faz boas amizades, que duram para o resto da vida.

Mateus Chagas é formado em direito, gerente de contratos da W Seg e entusiasta do esporte campista