Chuvas alagam várias ruas de Campos, e moradores ficam dentro d'água

Chuvas alagam várias ruas de Campos, e moradores ficam dentro d'água

As fortes chuvas que caem em Campos desde a madrugada desta quarta-feira (9) já deixaram várias ruas alagadas. Nesta terça-feira (8), a Defesa Civil chegou emitir alerta de chuvas de moderada a forte para Campos e região nas próximas horas. 

Alguns tradicionais pontos de alagamentos voltaram a causar transtornos. A rua Teixeira de Freitas, por exemplo, no Parque São Caetano, atrás da Risp, inviabilizou quem precisou sair de casa para trabalhar. O local ficou totalmente alagado e muitos motoristas não arriscaram a passar. Motociclistas precisaram passar por cima da calçada. 

O Centro de Campos também pussui tradicionais pontos de alagamentos. A Avenida José Alves de Azevedo, a Baira Valão, possui trechos considerados irresolvíveis, como é o caso da descida da Ponte Leonel Brizola, a Ponte Rosinha, como é chamada, e o outro lado a rua, em frente ao Mercado Municipal. 

A Avenida Pelinca também teve bolsões d'água. Um trecho no final da Avenida ficou totalmente intransitável. Alguns motoristas arriscaram passar, outros não. 

Por fim, a Rocha Leão, onde fica o tradicional Posto Ilha, que tem esse nome por ficar literalmente ilhado sempre que chove, voltou a alagar. 

Em nota, a prefeitura informou que Campos registrou grande volume de chuva em alguns pontos da cidade nas últimas 24 horas. As áreas mais afetadas foram Serrinha e Jardim Carioca, onde foram registrados, respectivamente, 62,4mm e 49,8mm. O secretário de Defesa Civil, coronel Alcemir Pascoutto, e o subsecretário, major Edison Pessanha, estão neste momento realizando vistorias nos pontos que registraram alagamentos.