Exclusivo: Sesc de Grussaí poderá ser reaberto

Exclusivo: Sesc de Grussaí poderá ser reaberto

A Fecomércio MG está decidida a dar um destino para unidade do Sesc MG de Grussai, que está fechada desde maio de 2020. Durante programa de rádio apresentado por um deputado federal da região, um ofício foi lido pelo presidente do Conselho Regional da Fecomércio, Francisco Valdeci de Souza Cavalcanti. Na ocasião, Francisco informou que a unidade está sendo oferecida a Fercomércio -RJ e, caso não haja entendimento com o Sesc Fluminense, uma licitação vai ser realizada para cessão onerosa do espaço. 

De acordo com o presidente da Fecomércio, o fato de 80% do público frequentador da unidade ser do estado do Rio de Janeiro contribuiu para uma decisão de fechar a o espaço, já queo comerciante mineiro que investia dinheiro na Fecomércio esperava que este recurso voltasse para o Estado de Minas Gerais. O deputado que apresenta o programa na rádio apontou algumas possibilidades para que o Sesc seja reaberto, quem sabe, no próximo ano. 

Enquanto não há entendimento para que o Sesc seja reaberto, uma manifestação na porta do local está prevista para o dia 30 de outubro, às 15 horas. O ato promete reunir um grande número de participantes, entre ex-funcionários e a sociedade civil organizada de São João da Barra. O Sesc Mineiro de Grussaí foi fundado em 1979, ostentava o título de maior complexo de lazer das regiões Norte e Noroeste Fluminense quando encerrou suas atividades em maio de 2020.

Enquanto aberto, semanalmente, o Sesc recebia várias excursões de MG e atraia, também, muitos turistas da Região dos Lagos, o que fomentava a economia da cidade e região. Antes do seu total fechamento, moradores do Sul do país também estavam presentes semanalmente na unidade sanjoanense.