Famílias e amigos prestam homenagens no Dia de Finados em Campos

Famílias e amigos prestam homenagens no Dia de Finados em Campos

A movimentação no Cemitério do Caju, em Campos, começou cedo, neste sábado (2), data em que é celebrado o Dia de Finados. A intensa visitação nos túmulos contou com diversos cultos religiosos e homenagens aos entes queridos com coroas de flores, fotografias, velas e orações que demonstravam o carinho e a saudade. 

Durante a manhã, o bispo da Diocese de Campos, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz celebrou a tradicional Missa de Finados, que ocorreu em um palco montado em área do cemitério,o maior de Campos e região. Membros da Igreja Universal do Reino de Deus celebraram um culto, distribuição de panfletos, pedidos de oração, além de oferecerem aferição de pressão arterial. Outros grupo evangélicos também realizaram orações junto com famílias que visitavam os jazigos dos seus entes queridos.  

A autônoma Vilma Rangel, de 57 anos, que há anos visita o túmulo de seus familiares — entre eles,irmã, mãe e familiares — diz que a saudade é intensa, mas Deus é o conforto em seu coração.

“Estar aqui me ajuda a confortar mais ainda a minha saudade que é inevitável. Perdi minha irmã quando era muito nova e há 20 anos minha mãe se foi. Tenho certeza que estão nos braços do Senhor”, disse Vilma Rangel, que estava acompanhada de seu esposo Manoel e de seu irmão, Valber.

Campos possui 24 cemitérios e 43,6 mil sepulturas, sendo 35 mil apenas no Caju, o maior do interior do estado do Rio de Janeiro. Segundo o diretor de cemitérios, da Companhia de Desenvolvimento de Campos (Codemca), Jorgiele de Oliveira, o município possui 24 cemitérios públicos e o que mais recebe a movimentação é o Cemitério do Caju.

“Montamos uma equipe de ouvidoria na entrada do Cemitério do Caju para informações, todos aptos para orientar na identificação das 35 mil sepulturas existentes neste cemitério, além de colocarmos à disposição o nosso quadro jurídico para atender nas dúvidas de documentações. Durante a manhã neste dia de Finados, atendemos cerca de 50 pessoas na ação”, destacou Jorgiele de Oliveira.

Para o Dia de Finados, o Cemitério da Caju contou com reforço de banheiros químicos, o apoio da superintendência de Posturas, que coordenou o cadastro de vendedores ambulantes nas imediações dos cemitérios, e a Guarda Civil Municipal, que garantiu apoio nas ruas.