Jornalista vítima de bala perdida será enterrado nesta terça no Rio

O corpo do jornalista Daniel Lucas Delfino, 27 anos, morto no último domingo (16), vítima de bala perdida, vai ser enterrado na tarde desta terça-feira (18) às 15h30, no cemitério de Ricardo de Albuquerque, zona norte do Rio. O jovem voltava do chá de bebê de um amigo quando foi atingido por uma bala perdida na barriga, em Guadalupe, na Rua Francisco Portela, um local deserto, perto da favela Gogó da Ema, que pertence ao Complexo do Chapadão. Quando a polícia chegou, o jornalista já estava morto.

A Divisão de Homicídios esteve no local colhendo informações para determinar de onde partiu o tiro quer matou Daniel Delfino. Atualmente, ele trabalhava em uma empresa de comunicação, mas já tinha estagiado na Band News FM, TV Bandeirantes e Folha Dirigida.

Na rede social, um amigo disse que Daniel “era um cara que podia acontecer o que acontecesse que estava sempre com um sorriso no rosto, com alegria. Não tinha dia ruim. Era contagiante. Uma tragédia”.

Uma amiga escreveu: “Um menino bom de grande coração, inteligente, esforçado e com tantas qualidades boas. Vai fazer muita falta, meu lindo. Meu irmão emprestado, uma dor imensa”.

A Polícia Militar informou, em nota, que segundo o comando do 41º BPM (Irajá), na noite de domingo (16), o batalhão foi acionado para verificar ocorrência em rua do bairro de Guadalupe, nas proximidades da Avenida Brasil. No local, foi encontrada vítima ferida por disparo de arma de fogo em óbito. A Delegacia de Homicídios foi acionada. Não houve operação ou ocorrência envolvendo policiais militares do batalhão na localidade.

De acordo com a Divisão de Homicídios foi instaurado um inquérito para apurar as circunstâncias e autoria do crime. A perícia foi realizada e diligências estão em andamento.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes