Lixeiro da cadeia de Campos e visitantes são flagrados tentando passar cerca de 50 kg de drogas para os demais detentos

Um dos responsáveis pela coleta de lixo do Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, junto com três mulheres que são parentes de presos, foram flagradas tentando entrar no presídio com cerca de 50 quilos de drogas, entre maconha e cocaína, na tarde desta quinta-feira (10).

De acordo com o Serviço de Inteligência do Sistema Penitenciário, Sisp, a forma que os criminosos encontraram para burlar a segurança era bem curiosa. Elas dividiam as sacolas em sacos plásticos, como se fossem lixos, descartava na lixeira e, em seguida, com tudo combinado, o lixeiro do presídio fazia a coleta e distribuía ou vendia para os outros presos.

As mulheres, todas parentes de criminosos, agora farão companhia para os familiares presos, porém no presídio feminino. Já o lixeiro só será autuado novamente, pois já se encontra preso.

Os agentes não informaram por qual crime o responsável pela limpeza cumpre pena.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes