Médicos de Campos não aceitam acordo e mantém greve

O que parecia improvável aconteceu.  Os médicos de Campos decidiram manter a greve por tempo indeterminado. A decisão aconteceu após assembleia na noite desta quarta-feira (14). iniciada no dia 7 de agosto. Os profissionais estão paralisados desde o dia 7 de agosto.

Nessa terça-feira (13), o pagamento de 50% das substituições, 50% das gratificações e abono das faltas no setor ambulatorial durante a greve foram propostos pelo prefeito Rafael Diniz e pelo secretário municipal de Saúde, Abdu Neme, em reunião com o presidente do Simec, José Roberto Crespo, e outros representantes dos médicos, que saíram satisfeitos com o encontro.

Apesar do aparente fim da greve, durante a assembleia, os posicionamentos dos servidores da emergência e do ambulatório foram diferentes. As reivindicações da categoria foram mantidas e a proposta apresentada pelo município rejeitada. O Simec vai formular uma contraproposta.

Em nota, a Prefeitura de Campos disse que vai aguardar o posicionamento oficial através do sindicato da categoria, assegurando que adotará todas as medidas cabíveis para garantir o atendimento da população. Os termos do acordo restarão suspensos até que o município seja formalmente informado sobre a decisão da categoria.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes