Memórias da Imigração: Arquivo Público resgata chegada dos libaneses a Campos

O Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho, em parceria com a TV Câmara Campos, está preparando um documentário com o tema “Memórias da Imigração”. O longa-metragem conta a história da influência cultural sírio-libanesa para Campos e região. Segundo a historiadora do órgão, Rafaela Machado, a ideia surgiu devido à falta de documentação no Arquivo sobre a colaboração dessa colônia e da imigração em geral.

Inspirados por essa carência, uma equipe do Arquivo Público optou iniciar pela colônia sírio-libanesa o município de Campos, onde se encontra a maior colônia do interior do estado do Rio de Janeiro (RJ).

“Propusemos essa parceria com a Câmara Municipal de Vereadores para realizarmos as gravações do documentário que foram iniciadas a partir de uma reunião que tivemos com a Associação Cultural Líbano-Goitacá, que representa os descendentes e os imigrantes libaneses na região. A partir disso, fizemos um levantamento de alguns nomes importantes de famílias que são influentes ou que fazem trabalhos para o resgate dessa memória e tradições e já começamos as gravações”, informou Rafaela Machado.

A historiadora explica ainda que a intenção é desdobrar para outras colônias como a influência dos judeus, ingleses e franceses da região. Além disso, também será feito um acervo documental e iconográfico a ser disponibilizado ao público e pesquisadores pelo Arquivo, mas que não vai se limitar aos documentos levantados durante a confecção do documentário, deixando aberto para doações que o órgão poderá estar recebendo.

“A princípio, o lançamento do documentário seria no dia em que Arquivo Público comemora 18 anos de fundação, em maio. Mas como tem surgido pessoas importantes, inclusive no Consolado Geral do Líbano no RJ, onde descobrimos que existem documentações sobre os primeiros imigrantes libaneses daqui do município, decidimos lançar um teaser para este dia e o documentário um pouco mais a frente para ganharmos mais tempo. Futuramente, transformaremos o curta-metragem em livro e daremos sequência com a contribuição com outras colônias. Estamos muito felizes com o andamento dessa obra que será tão importante para o município”, concluiu Rafaela Machado.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes