Investidor campista consegue bloqueio de contas de empresa do “faraó” das bitcoins

Investidor campista consegue bloqueio de contas de empresa do “faraó” das bitcoins

O juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Campos dos Goytacazes, Rodrigo Moreira Alves, determinou o bloqueio das contas das empresas G.A.S Consultoria, MYD Zerpa Tecnologia e dos sócios Glaidson Acácio dos Santos e Mirelis Yoseline Diaz Zerpa para garantir o ressarcimento de um investidor Campista, engenheiro do petróleo.

Essa é a primeira decisão do tipo proferida pela Justiça campista.

Além do bloqueio das contas, o magistrado também determinou a reserva de valores para assegurar o direito do autor, a incidir sobre o produto obtido com a liquidação das criptomoedas apreendidas pela Justiça Federal na operação CRYPTOS. O autor da ação é representado pelo advogado José Paes Neto, que também representa outros investidores locais.

Ele salienta a importância da decisão: “a Justiça Federal já havida determinado o bloqueio de bens dos envolvidos nesse possível esquema fraudulento, na esfera criminal. Não se sabe se haverá bens suficientes para compensar todos os lesados, por isso a importância dessa decisão da Justiça de Campos, pois os investidores que agirem primeiro na esfera cível poderão se beneficiar”.

Preso no fim do mês passado por suspeita de montar um esquema de pirâmide financeira, Glaidson responde a inúmeras ações de investidores que tramitam no Tribunal de Justiça do Rio.