Variante Delta avança no Rio, número de casos aumenta e professores estão preocupados

Variante Delta avança no Rio, número de casos aumenta e professores estão preocupados

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, alertou, na última sexta-feira (20), durante a apresentação do 33° Boletim Epidemiológico da Covid-19, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que a cidade passa por um pico da Covid-19, e que o nível de casos é o maior desde o início do ano. De acordo com Paes, nunca antes a capital registrou tanta gente com a doença.

Segundo o prefeito, o aumento pode ser percebido pela população. “Acho que todos que vivemos na cidade do Rio de Janeiro percebemos isso. Pessoas próximas e familiares, amigos, eu pessoalmente, nunca vi tanta gente com Covid no meu entorno, como estou vendo neste momento”, disse, acrescentando que o dado é preocupante por causa do avanço da variante Delta na cidade, considerada o epicentro dessa mutação no país.

Com o avanço da variante Delta do coronavírus na cidade do Rio, professores da rede municipal de ensino afirmam que cresceu o número de afastamentos de profissionais por Covid-19 desde o dia 2, com o retorno das aulas após as férias de julho. O dado é baseado em denúncias registradas pelo Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro (Sepe-RJ), que está em campanha pelo fechamento das unidades para a modalidade presencial neste momento crítico da pandemia.

A Secretaria Municipal de Educação (SME) disse que o levantamento dos números ainda está em andamento, mas rebateu acusações da categoria sobre descumprimento de protocolos de distanciamento nas escolas. Segundo a pasta, as alegações não têm embasamento científico, ao contrário das determinações sanitárias de especialistas e pesquisadores que são implementadas na rede.