Paulo Feijó é condenado a 12 anos de prisão pelo STF

Por decisão da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, o ex-deputado federal Paulo Feijó está condenado a cumprir a pena de 12 anos e seis meses de prisão domiciliar, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo a decisão, Feijó deverá usar tornozeleira eletrônica e só poderá deixar a residência para tratamento médico, já que o ex-parlamentar está em tratamento contra o câncer. Feijó terá que passar por avaliação médica daqui a seis meses para reavaliação do quadro de saúde e para que se verifique a possibilidade de cumprimento do restante da pena em unidade prisional.

A prisão será supervisionada pela vara de execuções do rio de janeiro. O ex-deputado está sendo considerado culpado no escândalo conhecido como máfia dos sanguessugas que começou a ser investigado desde 2006. Segundo o STF, dezenas de parlamentares destinavam verbas do orçamento da união para compra de ambulâncias e equipamentos médicos superfaturados, recebendo propina desviada dos caixas de prefeituras. Segundo as investigações, Paulo Feijó foi beneficiado com verbas destinadas a municípios das regiões norte e nordeste do estado do Rio de Janeiro.  A defesa dele alegou que ele destinava recursos para a saúde de forma rotineira.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Likes