Fiscalização acaba com festival de pipas e até festa com show em Campos

Fiscalização acaba com festival de pipas e até festa com show em Campos

O município de Campos segue no Nível 3, Fase amarela, do Plano de Retomada das Atividades Econômicas e Sociais - "Campos Daqui Para Frente". A Prefeitura já flexibilizou o funcionamento de diversas atividades, mas a realização de eventos com presença de público ainda não está permitida. Neste final de semana, a Força-tarefa de Combate ao Coronavírus realizou ações no município e, dentre elas, um festival de pipas na área de Guarus e uma festa com show. Nesta segunda (27), Campos segue no Nível 3. 

De sexta a domingo, foram apreendidas 10 motos e emitidas 50 notificações. O secretário municipal de Segurança Pública, Darcileu Amaral, frisa que as fiscalizações nos bairros, distritos e localidades continuam sendo coordenadas pela Secretaria Municipal de Segurança Pública, juntamente com a superintendência de Postura, Guarda Civil Municipal, Vigilância Sanitária (Visa/Campos) e Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) e,quando necessário, contam com o apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil. 

"Na semana passada, a Força-Tarefa atuou neste evento e inclusive houve resistência por parte de alguns frequentadores e algumas pessoas foram conduzidas à delegacia. Ontem (domingo), um grupo, em número menor, voltou a se reunir e atuamos verificando documentação de veículos, estacionamento irregular e dispersando aglomeração. É muito importante que as pessoas tenham consciência do momento que estamos vivendo com esta pandemia do coronavírus e que a atitude de cada um faz toda a diferença neste processo para frear o avanço da doença", destacou o secretário Darcileu Amaral. 

As fiscalizações acontecem diariamente, incluindo finais de semanas e feriados em toda cidade. Para denúncia, a população deve entrar em contato com a Superintendência de Posturas pelo (22) 9981683645 (através do WhastApp). À secretaria Municipal de Segurança Pública as denúncias podem ser feitas através do telefone (22) 981752058.  Desde o início do isolamento social, foram recebidas cerca de cinco mil denúncias.