Polícia detém adolescentes suspeitos de ameaçar massacre em escolas de Campos

Polícia detém adolescentes suspeitos de ameaçar massacre em escolas de Campos

A Polícia Militar deteve dois adolescentes de 13 anos suspeitos de ameaçar massacre em escolas de Campos. Os meninos são alunos da escola Thiers Cardoso, uma das instituições ameaçadas. De acordo com a polícia, os rapazes são os principais suspeitos de serem os responsáveis pela página no instagram, onde as ameaças aconteciam. 

Ainda de acordo com a polícia, o pai de um dos jovens contou que o sobrinho dele viu o primo postando um vídeo relacionado ao massacre no instagram. Ele, então, levou o filho à escola e lá foi descoberta a participação dele nas ameaças. "Acordei, levei à escola e fiz o correto, o que tinha que ser feito. O levei à escola e descobri toda essa confusão. Se eu não ensinar, a vida ensina", disse. 

Para a polícia, o pai contou que o filho entende as ameaças como "brincadeira". "Não é porque é meu filho, mas ele fez por brincadeira mesmo. Ele disse que fez outro vídeo, mas que não é o responsável pelos vídeos incialmente divulgados e nem tampouco o responsável pela página", acrescentou. 

Os dois alunos do Thiers foram levados para a Delegacia do Centro de Campos, onde serão ouvidos pela polícia.