Político acusado de agredir ex-mulher em Campos vai se apresentar à polícia

Político acusado de agredir ex-mulher em Campos vai se apresentar à polícia

O advogado do ex-candidato a vereador em Campos, Thiago Seixas, esteve na Delegacia do Centro da cidade e comunicou à polícia civil que o cliente irá se apresentar. A informação foi confirmada por fontes da Polícia Civil ligadas ao jornal Notícia Urbana nesta segunda-feira (19). A expectativa é de que Thiago Seixas seja intimado ainda nesta semana.

Segundo fontes, o advogado contou à polícia que Thiago está disposto a colaborar com as investigações. Apesar de possivelmente responder em liberdade, pois já saiu do flagrante, ainda não há dia e nem horário definido para que o político preste depoimento e conte a versão dele sobre o que aconteceu no apartamento do casal no bairro da Pecuária. 

Em entrevista ao Notícia Urbana, familiares ligados à Patrícia, ex-companheira de Thiago, garantem que ela fora agredida por ele inúmeras outras vezes. "Essa não foi a primeira e nem a segunda vez que isso acontece. Quando o sujeito é ruim, só na Deus na causa", disse uma parente próxima da vítima. 

Procurados por nossa reportagem, pessoas ligadas a Thiago Seixas contradizem a versão de Patrícia e atribuem as constantes brigas que o casal vinha tendo a supostos ciúmes doentios por parte dela. "Patrícia é mais velha do que ele. Ao longo da relação, ela protagonizou diversos episódios de ciúmes exagerados, inclusive agredindo-o", contradisse. 

Vídeos disponíveis no instagram do jornal mostram toda a confusão, inclusive a luta corporal travada pelos dois.

Na semana passada, Thiago Seixas e Patrícia entraram em vias de fato dentro do apartamento onde moravam. Tudo foi gravado e publicado nas redes sociais pelos dois. Patrícia chegou a fazer uma publicação ao vivo, mostrando toda a confusão. Com um corte na mão em que ela atribui ao ex-companheiro, ela foi socorrida para o Hospital Ferreira Machado, onde recebeu atendimento e está bem. Thiago, no entanto, fugiu após a briga. A suspeita é de que ele tenha desaparecido para fugir de um eventual flagrante.