Presidente do Rio Branco diz que clube não compactua com apologia ao crime e diz que o espaço é alugado

Presidente do Rio Branco diz que clube não compactua com apologia ao crime e diz que o espaço é alugado

Neste domingo (21), o jornal Notícia Urbana mostrou diversos crimes cometidos durante o proibidão que acontece todo sábado no Clube de Regatas Rio Branco em Campos. Na reportagem, o jornal mostrou a omissão da Secretaria de Postura, da Guarda Civil Municipal e da PM.

Depois de deixar o Rio Branco, centenas de pessoas foram para frente do espaço, onde fizeram uma verdadeira baderna em pleno Centro de Campos. Procurada, a prefeitura não informou onde estavam os agentes da Secretaria de Postura, comandada pelo policial licenciado, Jakcon Souza, e a Guarda Municipal.

Em nota, o  Clube de Regatas Rio Branco veio a público informar a posição da agremiação a respeito do vídeo publicado pelo jornal Notícia Urbana sobre palavras ditas no baile funk.

De acordo com o presidente Dimisson Nogueira, o clube sempre está de portas abertas para a comunidade, porém jamais compactuando com qualquer apologia ao crime. “Lembramos também que o clube aluga o espaço, para poder ter uma renda e custear as despesas. E tudo que ocorre no período das festas, torna-se responsabilidade dos organizadores. Através da diretoria, o Clube de Regatas Rio Branco, se coloca totalmente a disposição para qualquer esclarecimento”, disse.

O jornal Notícia Urbana aguarda informação da prefeitura, informando onde estavam a Secretaria de Postura e a GCM. Para ler a reportagem completa, clique aqui.