Túmulos violados em cemitério de Campos viram caso de polícia

Túmulos violados em cemitério de Campos viram caso de polícia

O vereador Nildo Cardoso esteve na Delegacia do Centro de Campos neste domingo (3) para denunciar eventuais irregularidades de violação no cemitério municipal de São Sebastião, na Baixada Campista.

De acordo com Nildo, ao fiscalizar os cemitérios do interior do município, ele encontrou a situação de violação de túmulos e placas quebradas. "O caso do cemitério de São Sebastião é lamentável, são vários túmulos sem placas. Estamos aqui com a Polícia Militar para fazer o nosso papel (de vereador) que é fiscalizar. No caso da sepultura violada, onde aparece um caixão e um saco preto, cabe a Polícia Militar e Civil investigar. Agora, têm mais de 20 sepulturas com placas quebradas e, inicialmente, violadas", disse o vereador.

Em um dos túmulos, Nildo encontrou um corpo embalado em um saco preto, o que dá a entender que a vítima fora vítima da covid-19. A responsabilidade pela conservação e manutenção dos cemitérios municipais de Campos é da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca). 

Em nota, a prefeitura informou que “não procede a denúncia de violação da sepultura. De acordo com relato de funcionários do cemitério, a placa quebrou após uma pessoa ter pisado nela durante outro sepultamento. Em seguida, foi providenciada a fabricação das tampas para reposição. O gerente de cemitérios, Júlio César Ribeiro, esteve no local, explicou a situação e mostrou as placas de reposição. O Cemitério de São Sebastião é um dos cemitérios públicos de Campos que estão sendo revitalizados pela Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca). O cemitério está recebendo pintura, iluminação, reconstrução dos muros que estavam caindo, reabertura da capela mortuária e, principalmente, manutenção de limpeza das vielas e sepulturas", disse a nota.