Apoio de Garotinho a Castro não passa pela tentativa de composição na Câmara de Campos, diz Marquinho Bacellar

Apoio de Garotinho a Castro não passa pela tentativa de composição na Câmara de Campos, diz Marquinho Bacellar

A sessão plenária da Câmara de Vereadores da Câmara de Campos desta terça-feira (2) teve muito mais do que a aprovação do vale alimentação para os servidores da cidade. O apoio do ex-governador Anthony Garotinho ao atual governador, Claudio Castro, abriu rumores de que os vereadores de oposição entrariam em um suposto acordo com os vereadores da base aliada ao governo.

A informação, no entanto, foi negada pelo líder da oposição, o vereador Marquinho Bacellar, que garantiu que o acordo entre o governador Cláudio Castro (PL) e o ex-governador Anthony Garotinho (União Brasil) para estarem juntos na eleição para o Governo do Estado não passa pela tentativa de composição na Câmara de Campos.

Segundo Bacellar, “o que houve foi uma ordem do União Brasil a Garotinho, que colocou o seguinte para ele: ou você cala sua boca ou o partido não irá dar vaga a você e sua filha (Clarissa) para disputar a eleição", disse o vereador.

Helinho Nahim, que também faz parte da oposição, descartou qualquer possibilidade de acordo que passe por uma mudança de posição na Câmara. "Acordo só com que não tem palavra. E o que mantém o acordo deste grupo com o deputado Rodrigo Bacellar é a palavra".