Após repercussão negativa, Wladimir recua novamente e diz que não vai mais contratar empresa por R$ 33 milhões

Após repercussão negativa, Wladimir recua novamente e diz que não vai mais contratar empresa por R$ 33 milhões

O prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, voltou a recuar após ser a repercussão negativa na contratação da MX Gestão de Saúde, empresa ligada ao grupo IABAS, responsável pelos hospitais de Campanha no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Wladimir, que já tinha recuado no pacote de maldades enviado à Câmara, garantiu que não vai mais contratar a MX Gestão de Saúde, empresa que pagaria mais de R$ 33 milhões para gerir a saúde do município.

De acordo com a prefeitura, o contrato com a MX Gestão de Saúde, não foi assinado. Na fase final de avaliação do rito administrativo, para a formalização do contrato, foi identificado o não preenchimento dos pressupostos exigidos em Lei.
A Prefeitura de Campos informou ainda que, em compromisso com o melhor atendimento à população na área da Saúde, irá seguir com a implementação do modelo de otimização da gestão profissional de hospitais e UPHS, com procedimentos administrativos para garantir assistência com qualidade, eficácia e dignidade a quem mais precisa.