Com a presença de Eduardo Paes, Bruno Vianna lança pré-candidatura a deputado estadual nesta quinta-feira

Com a presença de Eduardo Paes, Bruno Vianna lança pré-candidatura a deputado estadual nesta quinta-feira

Jovem, determinado e atuante, o vereador Bruno Vianna (PSD) tem se destacada na Câmara de Vereadores de Campos pela luta dos diretos da pessoa com deficiência, esporte e juventude. O trabalho em prol da PCD faz parte da história familiar do parlamentar. Filho do deputado Gil Vianna, falecido em maio de 2020, vítima da Covid-19, Bruno busca retornar a representatividade que a região perdeu na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), após o falecimento de Gil e do deputado João Peixoto, também vítima do coronavírus. Nesta quinta-feira, dia 9, às 19h, Bruno lança sua pré-candidatura a deputado estadual, no Salão da Multipeças, na avenida Arthur Bernardes, em Campos. O evento terá a presença do presidente estadual do PSD e prefeito da cidade do Rio, Eduardo Paes.

Bruno Vianna foi o sétimo vereador mais votado do município, em sua primeira eleição, aos 24 anos. Mesmo sendo jovem, o parlamentar traz na bagagem a experiência da trajetória política do pai, que, antes de falecer, foi o maior incentivador da sua candidatura à Câmara.

"Meu pai foi um grande líder político. Com o seu jeito conciliador, ele construiu uma família, ao invés de um grupo de trabalho na política. A decisão de me candidatar a vereador em Campos foi um sonho nosso. Nós queríamos trabalhar em conjunto para a nossa cidade, ele na Alerj e eu no Legislativo municipal. Infelizmente, essa não foi a vontade de Deus. Não pude ter ele ao meu lado quando vencemos a eleição, nem durante o nosso trabalho. Mas, eu acredito que essa história tão precocemente interrompida pode ser continuada. Nós precisamos buscar a representatividade que a nossa região perdeu", ressaltou Bruno.

Presidente da Comissão de Esportes e membro das Comissões da Pessoa com Deficiência e Juventude, o vereador é autor de cinco projetos, entre eles duas leis que se destacam no município, a punição para quem fraudar a vacinação contra a Covid-19, além de coautoria na lei que determina o Cadastro Único para a PCD. Entre os debates que esteve no plenário, Bruno Vianna se posicionou contra o aumento de tributos em Campos, proposto pelo governo municipal em um momento de crise severa causada pela pandemia.

"Ao longo desse um ano e meio na Câmara, acima de tudo, nós aprendemos muito. Eu tive a oportunidade de continuar projetos iniciados pelo pai, além de construir nossa história, principalmente aproximando a juventude da política. Além das ações que realizamos, nossa luta contra o aumento de impostos foi eficaz, se tornando um divisor de águas em nossa caminhada. Eu sei que podemos avançar, unindo forças para o desenvolvimento de Campos e do nosso interior", finalizou o vereador.