Em ano eleitoral, Wladimir Garotinho lança o novo “Chequinho”

Em ano eleitoral, Wladimir Garotinho lança o novo “Chequinho”

O prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, vai lançar o novo "Chequinho". O curioso é que Wladimir não abandonou a velha política e adota, mais uma vez, o mesmo modus operandis do patriarca. Denominado de "Cartão Goitacá", o novo "Chequinho" deverá ser repassado aos beneficiários no final de janeiro. De acordo com Wladimir, o cadastramento já teve início no Cras. Em seguida, haverá uma conferência pelas assistentes sociais da Secretaria de Assistência.

Ainda segundo o prefeito, o novo "Chequinho" vai contemplar cerca de cinco mil famílias. 

O histórico da família Garotinho é marcado por inúmeras denúncias de compra de votos com programas sociais. Ao invés de investir em assistência, eles jogam milhões em assistencialismo. Foi assim com Rosinha e Garotinho no governo do estado e depois na Prefeitura de Campos, que resultou em prisões e cassações após denúncia do Ministério Público.

Agora, no início de mais um ano de eleição, Wladimir Garotinho troca o nome do Cheque Cidadão para Cartão Goitacá e já vai iniciar a distribuição.

O tempo passa e as práticas do grupo de Garotinho seguem sendo as mesmas. Não houve investimento em verdadeira Assistência Social em 2021, nem em grandes programas que capacitem a população para que não dependam de assistencialismo.

Ou seja, eles deixam as pessoas sem estudo, sem cursos, sem estrutura e depois oferecem o “chequinho”.