Justiça realiza audiência, e Nildo Cardoso, Bruno Vianna, Maicon Cruz e outros vereadores podem perder mandato

Justiça realiza audiência, e Nildo Cardoso, Bruno Vianna, Maicon Cruz e outros vereadores podem perder mandato

A justiça eleitoral realizou a primeira audiência em relação a ação que contesta falta de possíveis candidaturas feminininas nas eleições do ano passado para a Câmara de Vereadores de Campos. Além do pedido para a cassação do diplomas de dois vereadores do PSL, também tramitam outros processos contra o PSC, Avante e DEM. De acordo com a justiça eleitoral, os autores pedem a anulação dos votos de Nildo Cardoso, Bruno Vianna, Maicon Cruz, Pastor Marcos Elias (PSC), Rogério Matoso (DEM), Marcione da Farmácia (DEM) e Abdu Neme (Avante). 

Na audiência que aconteceu na útlima sexta-feira (12), as defesas dos candidatos pelo PSL foram citadas, mas não houve apresentação de novas provas. Neste partido, as sete menos votadas foram mulheres. Dessas, duas não tiveram sequer um voto. Ou seja, nem elas próprias comparecem para votar. No PSC a situação é parecida. Neste partido, contudo, as nove menos votadas foram mulheres e duas com menos de oito votos. 

Já no Avante, três candidaturas tiveram menos de dez votos, enquanto o problema no DEM seria a falta de cumprimento mínimo de 30% de mulheres postulantes ao legislativo.