Militância campista. Coluna Dois Dedos de Política com Alexandre Manske

Militância campista. Coluna Dois Dedos de Política com Alexandre Manske

Nesta semana, as notícias não foram boas para a militância do ex-governador, Anthony Garotinho, que ficaram pavorosos e confusos com a decisão dele em apoiar a candidatura do Governador Cláudio Castro. Hoje, os principais críticos e aliado de Garotinho tem diminuído o tom em relação a Castro e mirado mais no Deputado Rodrigo Bacellar. Mesmo sem provas e sem o devido processo legal, os militantes insistem em acusações infundadas, sem sequer que o deputado seja denunciado ou se tornado réu em algum processo. Por outro lado, essa mesma militância e grande apoiadora e entusiasta do campeão de prisões no estado do Rio de Janeiro não consegue compreender a falta de prestígio político, e muito me espanta tal incoerência em acusar uma pessoa inocente e a hipocrisia em defender uma pessoa condenada em duas instâncias e preso 5 vezes.

Esse tipo de gente sórdida e maquiavélica parece ter um tipo de esquizofrenia permanente ou enxergar os crimes cometidos por seu político de estimação.

Tamanha a falta de popularidade desses militantes que chegam a oferecer dinheiro em lives e programas de rádio, afim de aumentar a popularidade cujo o objetivo é simplesmente tentar inocentar uma pessoa culpada, atribuindo seus crimes a uma pessoa inocente e que não tem nenhuma sentença condenatória, objetivando um futuro próximo quem sabe uma secretaria ou outro cargo comissionado como já foi solicitado por alguns. Fato mesmo que essa forma de fazer política é suja e baixa e mostra bem o caráter de alguns militantes. Sendo assim, até os próprios aliados perderam a confiança nesses tipos de pessoas, visto que esses mesmos já foram implorar por cargos e secretárias e para esse grupo político, sendo negado, ninguém quer por perto uma pessoa mal caráter que mente e desinforma o tempo todo população só para tentar chegar ao poder.

alexandre

 

*Alexandre Manske tem formação superior em processos gerenciais, é pós-graduado em ciências políticas e é técnico em planejamento integrado

 

 

 

 

 

 

sol

 

 

auto