Militantes de partidos de esquerda e sindicalistas fazem protesto contra Bolsonaro no Centro de Campos

Militantes de partidos de esquerda e sindicalistas fazem protesto contra Bolsonaro no Centro de Campos

Vários manifestantes de partidos de esquerda, como PT, PC do B e PSOL,  fizeram um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro, na manhã deste sábado (2), na praça São Salvador, no Centro de Campos. O ato, que ocorreu em várias cidades do país, foi organizado por centrais sindicais, uniões estudantis, sindicatos e partidos políticos. 

De acordo com os manifestantes, além de pedir o impeachment do presidente, o ato se posiciona contra as privatizações, a política econômica, o desemprego e a fome e a favor da vacina contra a Covid-19.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Campos, Rafanele Alves Pereira, o governo  federal, que completou mil dias sem que tenha feito nada de positivo pelo povo brasileir, tem responsabilidade na inflação, desemprego e pandemia. "Esse negacionismo e irresponsabilidade, conduzindo uma política neoliberal nefasta para o país, nos impôs uma crise sem precedentes. São quase 600 mil mortos pela pandemia, a maior tragédia sanitária do país, milhões de brasileiros passando fome, milhões de desempregados e, não bastasse tudo isso, o que assistimos é só a discursos de ódio e ameaças constantes à democracia. É preciso dar um basta", disse. 

Nas redes sociais, o ato foi ironizado por alguns que diziam: "agora, o presidente cai".