Secretário de Wilson Witzel pede demissão do cargo

Secretário de Wilson Witzel pede demissão do cargo

O secretário Estadual de Saúde, Fernando Ferry, anunciou sua demissão do cargo nesta segunda-feira (22). Alguns contratos firmados durante a pandemia têm sido alvo de investigações. Entre eles, estão os de construção dos hospitais de campanha para atender as vítimas da Covid-19 e os de aquisição de equipamentos de saúde. Neste caso, a suspeita é de um esquema de superfaturamento na compra de respiradores.

O novo secretário de Saúde será o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Alex da Silva Bousquet, de 43 anos. Entre as atividades desempenhadas, ele é médico do Grupamento de Socorro de Emergência e trabalhou no Instituto de Assistência aos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (Iaserj).

Na semana passada, o Ministério Público Federal denunciou 17 pessoas "por danos à Saúde do RJ" em decorrência da Operação Favorito, um desdobramento da Lava Jato, deflagrado no dia 14 de maio, que mirava contratos suspeitos. Entre os denunciados estão o empresário Mário Peixoto e o ex-deputado estadual Paulo Melo.